quarta-feira, 10 de julho de 2013

Como tirar o tanque e trocar as velas de ignição da Kasinski Comet GT 250

Página oficial do facebook

Já tinha passado da hora de fazer isso. Só não tinha muito tempo, coragem e dinheiro pra pagar mão-de-obra. Eu já tinha comprado as velas da Comet, estavam guardadas em casa. Foi então que peguei um domingo pra trocar minhas velas e tirar todas as fotos deste post.
Olhando no manual da moto vi que ela utiliza velas CR8E. São as mesmas velas velas da Suzuki Yes. Aliás, várias peças da Yes servem na Comet, é uma mão na roda ter as duas motos, recomendo!
Eu comprei essas velas da NGK:




















As velas ficam em um lugar não muito acessível. O meu maior receio pra troca-las era tirar o tanque. Mas não foi difícil. Só requer cuidado.
Uma delas fica bem embaixo do tanque:
A outra fica na frente. Atrás do radiador de óleo da moto. Não reparem na sujeira, faz um bom tempo que minha moto não sabe o que é água e sabão:
















Em primeiro lugar você tem que tirar o banco do piloto. Com uma chave philips normal você desparafusa:
















Depois que você tirar os dois parafusos e tirar o banco vai ver a bateria, o parafuso do tanque e um monte de fio. Não tem erro, o parafuso que você tem que soltar agora é esse aqui:


Conforme marca no parafuso, você vai precisar de uma chave 7. Eu não tenho essa chave, tive que me virar com outra:

Agora começa a parte que a gente literalmente tira o tanque. Se você estiver sozinho aconselho a levantar ele parcialmente e colocar sobre um apoio. Caso contrário peça para um amigo segurar. Como eu sempre estou nessas empreitadas sozinho fiz assim:














Dessa forma você tem espaço de sobra para desconectar as coisas debaixo do tanque. Olhando por baixo você vai ver uma mangueira e três cabos que devem ser desconectados. Dois deles estão conectados no tanque. A mangueirinha tem que ter jeito. Tem que apertar e segurar os botões azuis opostos para afrouxar o conector, depois é só puxar que sai fácil. Vai pingar umas gotas de combustível residual da mangueira, acho que é normal. O outro tem uma alavanquinha que destrava o conector do fio. É só levantar ela um pouquinho ( não force muito para não quebrar) e puxar pra sair.


O terceiro você não vai desconectar direto do tanque. Tem uma junção que é só apertar a trava e puxar. Esse também sai fácil:
















Feito isso você pode levantar o tanque e tirar tranquilamente, A medida que você vai levantando ele pela parte de traz ele desencaixa da frente sozinho. É só tirar e colocar em algum canto. Lembrando que é bom deixar o tanque com pouco combustível para fazer tudo isso, ele fica mais leve para se trabalhar.




















A parte mais difícil de todo o processo já foi. Se você se deu bem até aqui não vai ter problema nenhum  no restante. Agora puxe a tampa, vai sair o tubo e você vê a vela lá dentro:



Agora você tem que abrir caminho pra tirar a vela do outro cilindro. Eu tentei tirar direto mas o radiador de óleo atrapalha. Não sei se devia, mas desconectei. Não tive problema nenhum porque a moto ligou e funcionou normalmente depois. Primeiro eu desafixei o radiador do quadro soltando estes dois parafusos aqui:

Depois soltei o parafuso da mangueira. Vai pingar um pouquinho de óleo, nada pra se preocupar:



















Minha moto tá muito suja. Dá até um pouco de vergonha em postar essas fotos. Vou tomar vergonha na cara e lavar =/... Tirando a tampa a gente vê a segunda vela:


































Agora com uma chave de velas (acho que o tamanho delas é padrão e qualquer uma deve servir) solte e tire-as. Caso depois de soltas elas não saiam junto com a chave utilize um alicate de bico para tirar. O buraco onde elas ficam é um pouco fundo. Eu usei essa chave aqui e foi tranquilo:
















Fiz todo esse trabalho pra tirar essas duas pecinhas. É meio chatinho de se fazer, mas para pessoas pobres e curiosas como eu ainda é melhor que pagar o serviço. Agora é só colocar as velas novas, encaixar as tampas e depois ajeitar tudo no lugar como estava antes. Na hora de colocar o tanque encaixe a parte da frente primeiro e desça ele com cuidado para não danificar as carenagens da rabeta. Não esqueça de verificar se a mangueira e os cabos que foram desconectados do tanque anteriormente estão bem encaixados no devido lugar. Parafuse o tanque, o radiador e o banco do piloto.

Essa moto tem muitas pecinhas de plástico e borracha. Cuidado pra não danificar nada, senão você vai se arrepender de não ter mandado na oficina.

Agora ligue a moto pra ver se ela ainda funciona (eu fiquei com medo de ligar a minha). Terminado o processo é só ir pro posto completar o tanque.

=D







13 comentários:

  1. Sensacional cara.. Sinto-me na obrigação de ratificar que seus posts são de grande valia.

    Amigão só me diga uma coisa se poder: tem cadastro la no COL? (Conheci seu blog numa recomendação por la e esses dias vi um post com uma foto do seu blog)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho cadastro não. Nem sei o que é o COL. =o
      Passa o link aí pra mim, por favor.

      Excluir
  2. Rsrs, COL = Comet OnLine, é um forum voltado para proprietários de Comt's trocarem idéias e experiências..


    infelizmente nem lembro qual foi o tópico onde encontrei o link do seu blog, + não se preocupe só elogios ao seu tutorial de troca de óleo..

    Da uma conferida no site (basta procurar por CometOnline no Google)e cadastra-se lá, é um forum sério com pessoas bacanas, quem sabe pode até lhe ajudar um dia com dicas sobre a moto =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos,
      Obrigado pelas dicas. Vou entrar no forum sim. As vezes me sinto meio que sozinho com a Comet. Conheço pouca gente que tem uma pra trocar experiências.

      Grande abraço!

      Excluir
  3. Caso se cadastre, fique à vontade para me marcar como amigo este é o meu prifile
    http://www.cometonline.com.br/forum/profile.php?u=23245

    Estou sempre ligado aqui no seu blog, eu olhando essa parte motoqueira, e minha namorada acompanhando o foco do seu site mesmo (ela tbm mexe com estas coisas xD)

    Abraço, fique com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos,
      Muito legal saber dessas coisas. Marcarei você assim que entrar lá.

      Obrigado,
      Abraço!

      Excluir
  4. Amigos, sou novo no mundo das motos e principalmente com a Kasinski... comprei a 5 dias um comet 250 GTR, adorei a moto. Queria agradecer pelas dicas aqui postadas, parabéns mesmo.

    Abs

    Claudio

    ResponderExcluir
  5. Amigo, você poderia fazer uns videos mostrando o que faz na sua moto. Tenho uma Comet GTR 250 e estou querendo trocar as velas de ignição em casa. Um vídeo ajudaria bastante. Outro dica poderia ser tbm na troca de óleo. Pra tocar o meu óleo usei um video do youtube: http://www.youtube.com/watch?v=B1w4ErdMDrA , que me foi de grande valia. Continue fazendo seus posts, pois são muito explicativos e interessantes. Ainda sugiro que se puder, fale da troca do filtro de ar, óleo da suspensão dianteira e sapatas e pastilhas de freio.

    Muito obrigado pela ajuda. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos,
      Assim que sobrar um tempinho eu faço mais posts da Comet. Já pensei em fazer um vídeo mas não sou tão organizado para isso.

      Eu que agradeço.

      Abraço

      Excluir
  6. Belo post explicativo....a minha esta com 20 mil e nao foram trocadas ainda... Irei fazer isso.. Abs

    ResponderExcluir
  7. Tava acompanhando as postagens sobre plantar sementes, e daí aparece uma postagem sobre mecanica de carros! hahaha Inusitado!
    Continue com o blog! Mt bom, e mto útil!

    ResponderExcluir